Publicado por: ssaude | 11/08/2011

PAC: o que significa?

O médico interno do ano comum Dr. Aníbal Martins explica-nos o que é a PAC – Pneumonia Adquirida na Comunidade:

pneumonia define-se como uma infeção que atinge uma região dos pulmões. A expressão pneumonia adquirida na comunidade (PAC) utiliza-se para  diferenciar esta das infeções pulmonares que são contraídas nos serviços de saúde e que são, habitualmente, mais graves.

A PAC pode ser adquirida quando se inalam ou aspiram partículas que contem os organismos responsáveis pela doença (o mais comum é uma bactéria chamada Streptococcus pneumoniae). A simples presença num ambiente com ar condicionado ou junto a uma “corrente de ar” não é suficiente para se adoecer com uma pneumonia.

Os indivíduos com maior risco de adoecer são de uma forma geral aqueles que apresentam as suas defesas mais fracas, nomeadamente os idosos e crianças, os alcoólicos, os fumadores, os asmáticos ou com outras doenças pulmonares crónicas, as pessoas que tomam medicamentos imunossupressores e os indivíduos que vivem em lares ou outras instituições semelhantes.

Os sintomas mais comuns da PAC são febre, tosse acompanhada por expetoração e dor pleurítica, que consiste numa dor habitualmente localizada na região lateral do tórax, que se torna mais forte com a tosse ou a inspiração. A infeção pulmonar causa também alterações que podem ser descobertas através da auscultação pelo médico, podendo depois o diagnóstico de pneumonia ser confirmado através da realização de uma radiografia do tórax.

No entanto, é preciso salientar que a maioria das pneumonias não é muito grave; no entanto, cerca de 20-25% dos doentes têm que ser internados, podendo os restantes fazer o tratamento em casa. O tratamento das pneumonias consiste na administração de antibióticos, habitualmente por via oral, durante o tempo determinado pelo médico. As pneumonias mais graves requerem o internamento, pois o doente pode necessitar de antibiótico por via intravenosa ou suporte com oxigénio, por exemplo.

A taxa de mortalidade para aqueles doentes suficientemente graves para serem internados é de cerca de 10%, enquanto para os casos menos graves tratados em ambulatório é de apenas 1%. No entanto, a grande maioria das pessoas recupera bem e totalmente em cerca de duas semanas.

Para finalizar, é importante sublinhar a existência de vacinas contra alguns dos organismos que provocam pneumonias, nomeadamente o Streptococcus pneumoniae e o Haemophilus influenzae (esta está atualmente inserida no Programa Nacional de Vacinação). Embora estas possam não evitar totalmente o aparecimento de pneumonias, previnem contra as formas mais graves desta doença.

AM, NPS

About these ads

Deixar uma resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

WordPress.com Logo

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Log Out / Modificar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Log Out / Modificar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Log Out / Modificar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Log Out / Modificar )

Connecting to %s

Categorias

Seguir

Get every new post delivered to your Inbox.

Junte-se a 52 outros seguidores